Bf.109E Propellor Pitch - patch 14550

Forgotten Battles, Ace Expansion Pack, Pacific Fighters, 1946 e Cliffs of Dover. Dúvidas, dicas, novidades e debates.
Avatar do usuário
28_Condor
Moderador
Moderador
Mensagens: 11366
Registrado em: 23 Dez 2003 21:00
Localização: São Paulo/SP

Re: Bf.109E Propellor Pitch - patch 14550

Mensagem por 28_Condor » 22 Mai 2011 22:30

S!

Estava pensando em comprar esse trem mais pra frente... essa inversão vem de fábrica ou pode ser configurada?



SP!
[b]Eu confio no povo brasileiro. Voto facultativo já no Brasil![/b]
Avatar do usuário
21_Sokol1
Veterano
Veterano
Mensagens: 15308
Registrado em: 01 Ago 2003 21:00
Localização: Uberaba-MG

Re: Bf.109E Propellor Pitch - patch 14550

Mensagem por 21_Sokol1 » 23 Mai 2011 01:23

Não vem nada invertido no quadrante!
O Tuckie esta usando o eixo (do PP) invertido no 109 porque neste avião é assim.
Deiaxando invertido no 109 se voar o Hurri ou Spit fica normal = alavanca para frente, passo Fine. Para trás, passo Coarse.

Se voasse so 109 poderia marca a caixa de Reverse no Controls do CloD, assim a alavanca do Saitek corresponderia com a do painel.

Sokol1
44_Santo
Veterano
Veterano
Mensagens: 4167
Registrado em: 07 Fev 2009 21:00
Localização: São José dos Campos

Re: Bf.109E Propellor Pitch - patch 14550

Mensagem por 44_Santo » 23 Mai 2011 13:31

28_Condor escreveu:S!
Portanto, a analogia com a marcha do carro não me parece correta (as marchas do carro são feitas para vencer o atrito com o solo, as "marchas" do avião são feitas para aproveitar a fluidez do ar).
O carro não tenta vencer o atrito com o solo, o solo é como o ar para o avião.
O carro usa o atrito com solo para gerar movimento e mudar de direção assim como o avião, de maneira diferente, usa o atrito com o ar para gerar movimento, sustentação e mudar de direção (alguns até para frear com freios aerodinâmicos). ;)
Sem o atrito, só seria possível se movimentar da maneira que os foguetes fazem no espaço.
No começo do vídeo da A2A o narrador compara a hélice com o pneu de um carro, já que é uma máquina comum a todos. :)


santo.
Senta a Pua!

Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. 1 Timóteo 2:5
Redsoldier

Re: Bf.109E Propellor Pitch - patch 14550

Mensagem por Redsoldier » 23 Mai 2011 16:18

Acho que a analogia com a marcha é correta, se eu entendi toda as explicações direito...
Você precisa das pás bastante inclinadas no início, para que cortem o ar com mais facilidade, possibilitando maior RPM e, assim, maior aceleração.
Quando a aeronave começar a pegar velocidade, você precisa diminuir a inclinação, para evitar que as pás criem arrasto e, ao mesmo tempo, para possibilitar maior aproveitamento da potência, fazendo com que as pás desloquem mais ar por passagem.

A combinação de engrenagens do câmbio num carro tem o mesmo propósito.

Seria isso? :|

Eu estou achando muito interessante o conceito do gerenciamento complexo do motor, espero que chegue logo Julho pra eu testar essa coisa.
Avatar do usuário
28_Condor
Moderador
Moderador
Mensagens: 11366
Registrado em: 23 Dez 2003 21:00
Localização: São Paulo/SP

Re: Bf.109E Propellor Pitch - patch 14550

Mensagem por 28_Condor » 23 Mai 2011 16:21

S!

Bom, Física não é meu forte, na verdade o que tomei de bomba nessa matéria... :lol:

Mas o que me parece errado na analogia é que o carro não se movimento num meio fluido, está sempre usando sua propria energia para gerar movimento 9estou falando de carros sem aerofolio ou outras tranqueiras), enquanto o avião se aproveita da maior ou menor densidade do ar ou mesmo aproveita a energia do vento de cauda para aumentar sua velocidade. As marchas de um carro estão estruturadas para realizar ou maior tração (marchas curtas) ou menor tração (marchas longas), e aí a anlogia pode levar a um racicínio invertido (será isso que ocorreu ao pessoal da 1C? :P ): as marchas curtas com um passo menor e as longas com um passo maior, quando no avião o passo maior diminui as rotações do eixo em vez de aumentá-lo...
:)


SP!
[b]Eu confio no povo brasileiro. Voto facultativo já no Brasil![/b]
Avatar do usuário
28_Condor
Moderador
Moderador
Mensagens: 11366
Registrado em: 23 Dez 2003 21:00
Localização: São Paulo/SP

Re: Bf.109E Propellor Pitch - patch 14550

Mensagem por 28_Condor » 23 Mai 2011 16:29

S!
Você precisa das pás bastante inclinadas no início, para que cortem o ar com mais facilidade, possibilitando maior RPM e, assim, maior aceleração.
Soldier, o ar é cortado com mais facilidade com uma inclinação menor (passo menor=mais rpm), mas menos empuxo compensado por mais rotações, com uma inclinação maior voce "assopra" mais ar, tem mais empuxo, mas como o motar faz mais força pra girar a pá (a inclinação maior significa maior resistencia do ar à rotação da hélice) você tem menor rpm...



SP!
[b]Eu confio no povo brasileiro. Voto facultativo já no Brasil![/b]
Redsoldier

Re: Bf.109E Propellor Pitch - patch 14550

Mensagem por Redsoldier » 23 Mai 2011 16:49

28_Condor escreveu:S!
Você precisa das pás bastante inclinadas no início, para que cortem o ar com mais facilidade, possibilitando maior RPM e, assim, maior aceleração.
Soldier, o ar é cortado com mais facilidade com uma inclinação menor (passo menor=mais rpm), mas menos empuxo compensado por mais rotações, com uma inclinação maior voce "assopra" mais ar, tem mais empuxo, mas como o motar faz mais força pra girar a pá (a inclinação maior significa maior resistencia do ar à rotação da hélice) você tem menor rpm...



SP!
Condor, preciso saber, a inclinação usa que referencial?! Eu acreditava que o referencial para a inclinação das pás fosse a linha imaginária longitudinal (do nariz ao leme) do avião.
Pode considerar meu comentário com estes referenciais.

Agora quanto a explicação: a questão é que, apesar das pás empurrarem mais ar por passagem, há muito mais atrito entre as mesmas e o ar, consequentemente mais dissipação de energia, menos energia mecânica sendo covertida em cinética, em outras palavras, menor aceleração.

Mas eu creio que esta explicação é muito simplificada, provavelmente com alguns cálculos ou mais explicações seria possivel provar que com um passo menor a aceleração da aeronave é maior e tenho este presentimento pq no vídeo do A2A ele sempre tenta manter as RPM no máximo durante a decolagem.
28_Condor escreveu:S!

Bom, Física não é meu forte, na verdade o que tomei de bomba nessa matéria... :lol:

Mas o que me parece errado na analogia é que o carro não se movimento num meio fluido, está sempre usando sua propria energia para gerar movimento 9estou falando de carros sem aerofolio ou outras tranqueiras), enquanto o avião se aproveita da maior ou menor densidade do ar ou mesmo aproveita a energia do vento de cauda para aumentar sua velocidade. As marchas de um carro estão estruturadas para realizar ou maior tração (marchas curtas) ou menor tração (marchas longas), e aí a anlogia pode levar a um racicínio invertido (será isso que ocorreu ao pessoal da 1C? :P ): as marchas curtas com um passo menor e as longas com um passo maior, quando no avião o passo maior diminui as rotações do eixo em vez de aumentá-lo...
:)


SP!
Sim, correto, porque no caso do carro o motor está aplicando mesma força numa quantidade menor de rotações, isto é, maior energia/força por rotação (acredito que aqui podemos falar de momentum) e, assim, maior tração.
:)
Avatar do usuário
28_Condor
Moderador
Moderador
Mensagens: 11366
Registrado em: 23 Dez 2003 21:00
Localização: São Paulo/SP

Re: Bf.109E Propellor Pitch - patch 14550

Mensagem por 28_Condor » 23 Mai 2011 21:17

S!
Condor, preciso saber, a inclinação usa que referencial?
A referencia é o eixo vertical, como a hélice é vista de perfil, como as fotos que o Sokol postou do Bf e do Spit.
Agora quanto a explicação: a questão é que, apesar das pás empurrarem mais ar por passagem, há muito mais atrito entre as mesmas e o ar, consequentemente mais dissipação de energia, menos energia mecânica sendo covertida em cinética, em outras palavras, menor aceleração.
Sim, por isso passos maiores só fazem sentido em baixas altitudes, onde o ar mais denso compensa o esforço porque a maior quantidade de ar deslocado conpensa a queda das rotações da hélice. Se voce não vai subir ou precisar de uma aceleração brusca, a melhor opção é aumentar o passo nessa ocasião.
Mas eu creio que esta explicação é muito simplificada, provavelmente com alguns cálculos ou mais explicações seria possivel provar que com um passo menor a aceleração da aeronave é maior e tenho este presentimento pq no vídeo do A2A ele sempre tenta manter as RPM no máximo durante a decolagem.
Sim, correto, na decolagem usa-se passo mínimo, porque o avião vai precisar de sua propria enegia nesse momento (mais rpm).


SP!
[b]Eu confio no povo brasileiro. Voto facultativo já no Brasil![/b]
Redsoldier

Re: Bf.109E Propellor Pitch - patch 14550

Mensagem por Redsoldier » 23 Mai 2011 21:50

28_Condor escreveu:S!

Sim, por isso passos maiores só fazem sentido em baixas altitudes, onde o ar mais denso compensa o esforço porque a maior quantidade de ar deslocado conpensa a queda das rotações da hélice. Se voce não vai subir ou precisar de uma aceleração brusca, a melhor opção é aumentar o passo nessa ocasião.
Acho que outra explicação seria mais adequada:
O passo maior é indicado a baixas altitudes porque cria menos arrasto, já que a densidade do ar é maior.
Porque, como dito no vídeo, em velocidade terminal, seja em baixa ou grande altitude, o recomendado é o passo alto, pelo motivo supracitado de reduzir o arrasto e evitar o stall das pás.
28_Condor escreveu: Sim, correto, na decolagem usa-se passo mínimo, porque o avião vai precisar de sua propria enegia nesse momento (mais rpm).


SP!
Só uma reformulação (já que o avião sempre precisa da própria energia):
"o avião vai precisar de maior rendimento energético."

Creio ser isso.
44_Santo
Veterano
Veterano
Mensagens: 4167
Registrado em: 07 Fev 2009 21:00
Localização: São José dos Campos

Re: Bf.109E Propellor Pitch - patch 14550

Mensagem por 44_Santo » 23 Mai 2011 22:06

Na decolagem se usa passo mínimo porque a resistência do ar é maior não porque a densidade é maior, mas porque o avião está parado.
No carro se usa a marcha mínima pelo mesmo motivo, com marcha alta o carro não sai do lugar.
O avião talvez consiga sair porque seu motor não vai morrer devido o atrito com o ar ser insuficiente para parar o motor.
Na medida que a velocidade vai subindo, vamos aumentando o passo para ganhar mais velocidade e aproveitar melhor o RPM do motor.
Muito parecido com o carro, que vamos aumentando as marchas na medida que o RPM do motor vai chegando no limite devido à velocidade.
Porém, numa subida, o motor do carro vai perdendo RPM, então vamos diminuindo as marchas, no avião também pode ocorrer isso, porque ele também perde velocidade na subida e, por conseqüência, perde também RPM.
Já numa descida, o carro tende a pegar velocidade demais e mesmo na última marcha pode ser que ultrapasse o limite de RPM, então diminuimos somente a aceleração porque a velocidade continua alta. No avião é a mesma coisa, também diminuimos a potência e não o passo.
Porém no carro, como o atrito com o solo é maior, podemos usar o freio a motor diminuindo a marcha e a aceleração na descida. No avião, até seria possível fazer isso, mas o atrito é muito menor, então não adianta muito.


santo.
Senta a Pua!

Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. 1 Timóteo 2:5
Avatar do usuário
21_Sokol1
Veterano
Veterano
Mensagens: 15308
Registrado em: 01 Ago 2003 21:00
Localização: Uberaba-MG

Re: Bf.109E Propellor Pitch - patch 14550

Mensagem por 21_Sokol1 » 23 Mai 2011 22:47

Já numa descida, ... No avião é a mesma coisa, também diminuimos a potência e não o passo.
Se voce desce com o passo minimo havera menos resistencia do ar, o motor vai subir de giro rapidamente e provavelmente estourar... :)

Sokol1
Avatar do usuário
28_Condor
Moderador
Moderador
Mensagens: 11366
Registrado em: 23 Dez 2003 21:00
Localização: São Paulo/SP

Re: Bf.109E Propellor Pitch - patch 14550

Mensagem por 28_Condor » 23 Mai 2011 23:22

S!

O santo daqui a pouco está dando marcha-ré no avião dele :lol:

Quero ver a track disso :rofl:
No carro se usa a marcha mínima pelo mesmo motivo, com marcha alta o carro não sai do lugar.
Eis porque acontece a inversão conceitual: no carro, a marcha mínima significa menos rotações por minuto, no avião a "marcha mínima" significa mais rotações por minuto... Apenas os termos guardam semelhança, os processos são díspares: a engrenagem cerrada das marchas baixas produzem uma rotação mais lenta mas com mais tração, a pá da hélice em ângulo mínimo corta o ar mais facilmente e libera o motor para produzir mais rpm...


SP!
[b]Eu confio no povo brasileiro. Voto facultativo já no Brasil![/b]
44_Santo
Veterano
Veterano
Mensagens: 4167
Registrado em: 07 Fev 2009 21:00
Localização: São José dos Campos

Re: Bf.109E Propellor Pitch - patch 14550

Mensagem por 44_Santo » 23 Mai 2011 23:30

Claro que não Condor, se você acelerar demais com a marcha mínima, a rotação pula e o motor estoura. :D


santo.
Senta a Pua!

Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. 1 Timóteo 2:5
Avatar do usuário
28_Condor
Moderador
Moderador
Mensagens: 11366
Registrado em: 23 Dez 2003 21:00
Localização: São Paulo/SP

Re: Bf.109E Propellor Pitch - patch 14550

Mensagem por 28_Condor » 23 Mai 2011 23:38

S!
44_Santo escreveu:Claro que não Condor, se você acelerar demais com a marcha mínima, a rotação pula e o motor estoura. :D


santo.

Pô, não sou um Airton Sena, mas também não sou um Rubens Pé-de-Chinelo :lol:


SP!
[b]Eu confio no povo brasileiro. Voto facultativo já no Brasil![/b]
Redsoldier

Re: Bf.109E Propellor Pitch - patch 14550

Mensagem por Redsoldier » 24 Mai 2011 13:52

Os processos são dispares mas em apenas alguns aspectos. Sua importância para a conversão da rotação do motor em velocidade são "semelhantes".
44_Santo escreveu:Na decolagem se usa passo mínimo porque a resistência do ar é maior não porque a densidade é maior, mas porque o avião está parado.
No carro se usa a marcha mínima pelo mesmo motivo, com marcha alta o carro não sai do lugar.
Quanto mais denso o ar maior é sua resistência.
Por isso em altas velocidades há maior resistência do ar na aeronave devido a compressão do ar atmosférico à sua frente.
Fora isso o que você comentou é exatamente o que eu tinha dito.
Responder