VKB T-Rudder MK II review

Forum dedicado a Joysticks, HOTAS, Track-Ir, Freetrack, contrôles e cockpit's tipo "faça você mesmo", etc.
21_Sokol1
Veterano
Veterano
Mensagens: 15485
Registrado em: 01 Ago 2003 21:00
Localização: Uberaba-MG

VKB T-Rudder MK II review

Mensagem por 21_Sokol1 »

Chegou o T-Rudder MK II - postado via EMS na China em 12/02/2015 e retirado aqui em 12/03/2015, exato um mês, tempo surpreendente façe a morosidade dos orgãos oficiais em liberar as encomendas vindas do exterior, principalmente da Asia.

Imagem
screenshot windows

O produto vem bem embalado numa caixa compacta e por isso dois braços do paralelogramo de acionamento vem desconectados - para possibilitar um baixo perfil na embalagem.
Acompanha uma chave apropriada para soltar as porcas e aparafusar os braços na posição, coisa que é feita em 2 minutos.

Imagem
print screen windows xp

Na foto o braço da direita já foi colocado no lugar.

Vem também duas chaves Allen que permitem alterar a posição do apoio do calcanhar, ajustando ao tamanho dos pés do usuário. Para meus "42" o ajuste padrão é OK.

Imagem

Os trilhos da base vem com uma borracha que dificultam deslizamento no piso, e devido ao acionamento vertical dos pedais nenhuma fixação ou apoio extra é necessário. O pedal não tem tendência de sair do lugar quando em uso, comum dos tipos deslizantes.

Acompanha um cabo RJ-45 (pinagem exclusiva) de ~1,5 metros para ligar o pedal no controlador USB, uma pequena caixa de metal chamada Tiny Box e mais um cabo USB A/B (tipo impressora) 2.0 para ligar esta no computador, o que se necessário permite usar o pedal bem afastado do micro. Vem também um manual ilustrado explicando a montagem dos braços e ajustes, embora o inglês usado nele pareça de tradutor online.

Nesta versão MK II do pedal é possível invertar a "CAM" para uma segunda posição de forma a alterar a pressão da mola/curva de resposta, mas deixei como veio. Vide nesta foto da VKB:

Imagem

O pedal é minimalista, mede aproximadamente 40 x 25 cm e deve pesar em torno de 1,5 kilos, é todo em metal (aço/alumínio), o acabamento muito bem feito, com pintura eletrostácia em preto/prata, letreiros em branco e alguns cromados, tem uma boa aparência e é discreto.

Apesar da pouca distância entre os pés e de usar o joystick em posição central, com base apoiada no piso não ouve conflito entre "pernas, joelhos, base, pedais". :)

A mecânica destes pedais é similar a pedais de helicóptero, mas sua operação é diferente dos outros pedais para simulação, já que o movimento necessário para acionamento é vertical e não horizontal.

Devido a esse acionamento é muito confortável de usar, já que o calcanhar esta sempre apoiado e movimenta-se apenas a ponta dos pés.
Usando "barefoot" :) apoia-se a articulação dos dedos dos pés nos roletes de acionamento, que são recartilhados e fazem cocégas na sola dos pés se deslizar os mesmos sobre eles.

O pedal é "plug-and-play", usando drivers HID nativos do Windows, sendo identificado como "VKB Tiny Box".

Fiz a calibração padrão no Controladores de Jogos do Windows e testei no Cliffs of Dover, IL-2 Bo$, DCS World P-51 e no Ka-50 Black Shark (I).

Usando em jogos embora percebe-se quando a CAM do pedal centralizou quando se faz movimentos rápidos, porém basta uma leve pressão para que a mesma saia do centro sem "tranco", o que facilita correção de mira, principalmente do Ka-50.

O acionamento dos pedais é bem leve, não requer força. O sensor magnético digital (MaRS) registra o menor movimento - no DCS P-51 usa-se mais pressão do que movimento para manter a linha na decolagem - não a "spikes" ou tremuras na resposta.

Em termos precisão no controle do leme é nitidamente superior aos pedais CH ou Tm RCS (high end nos 90) ou os "Frankenpedais" a que estou acostumado.

O único inconveniente é que o pedal não tem freios (os benditos "toe brakes").

Para mim não é inconveniente, já que Spit, Hurri, Blein do CLoD não usam, bem como os "crap boxes" Russos do Bo$.
De tanto "mimini" a respeito fiquei com aversão aos caças da Luftwaffe - principalmente os do Bo$. :P
E no DCS P-51 (versão desarmada) quebro o galho do freio no teclado, já que taxiar é uma coisa bem secundária e o vôo neste bem avião é bem eventual. ;)

Atualmente o mercado oferece para o Combat Flight Simulator/Game os pedais COTS CH e Saitek e os High End MFG Crosswind, Slaw Device e VKB RDRXXI. Pode-se dizer que o T-Rudder situa-se numa faixa intermediária - em preço e caracteríscas.

A compra da VKB é mais complicada do que de outros outros fabricantes pois não trabalham com PayPal (ou similar), sendo necessária transferência bancária tipo via Western Union, o que acrescenta custo. Quandos disponíveis no representante europeu, a flightsimcontrols.com pode-se usar PayPal ou CC.

Não é o tipo de pedal para "pit builder's de F-something", mas perfeito para o "virpilov" de cadeira de escritório que quer um produto de qualidade - construtiva e eletrônica - e prefere conforto ao usar do que "realismo visual".

COTS (Commercial of the shelf) = produto de "prateleira do Walmart". :)
Avatar do usuário
40_Griffon
Ala
Ala
Mensagens: 1667
Registrado em: 17 Dez 2005 21:00
Localização: Santos/SP

Re: VKB T-Rudder MK II review

Mensagem por 40_Griffon »

Interessante heim? Quanto foi o investimento? Você tem o DCS Sapão ai pra passar um feedback? :) Parabéns pela compra.
21_Sokol1
Veterano
Veterano
Mensagens: 15485
Registrado em: 01 Ago 2003 21:00
Localização: Uberaba-MG

Re: VKB T-Rudder MK II review

Mensagem por 21_Sokol1 »

Digamos que foi... agradecimento. :) Mas aqui teve uma "contribuição" para a máquina governamental, que arbitrou um valor e cobrou os 95.13% de impostos, mais os R$ 12,00 do Correios. |(

Não tenho o Huey, mas a não ser que seja muito mais nervoso que o Ka-50 (aquele troço parace "mal-assombrado" :tmi: ), acredito que seja fácil manter o nariz no lugar.
Avatar do usuário
40_Griffon
Ala
Ala
Mensagens: 1667
Registrado em: 17 Dez 2005 21:00
Localização: Santos/SP

Re: VKB T-Rudder MK II review

Mensagem por 40_Griffon »

Poxa que legal, tantos anos dedicados a ajudar os simuleiros ao redor do planeta foram recompensados :) Muito legal, você merece. Deve ser bom pra usar em helicópteros também, pena que com o dólar do jeito que está, o máximo que dá pra fazer é cuidar bem do meu CH Products pra ele durar bastante já que pra mandar um destes pra cá deve sair caro pacas. Deve ser outra coisa usar eles no Mustang, já que realmente é como você falou na hora de taxiar, é meio complicado manter ele reto na hora da decolagem usando os CH, mas eu sentiria falta dos toe brakes, ajudam bastante na pista logo após o pouso.
-BOLELAS-
Mensagens: 59
Registrado em: 18 Jan 2013 17:07
Localização: Portugal, Sintra

Re: VKB T-Rudder MK II review

Mensagem por -BOLELAS- »

Que fixe! Sokol, você me fez mudar de ideias em relação aos pedais, he he. Andei para comprar, depois desisti, e agora vou comprar mesmo! (ui, vou arruinar as poupanças!) Vou também pedir com o controlador, uma vez que o sokol mencionou que é bom e não "treme".
Vou encomendar pelo site da europa, o FSC, mas pergunto: O pedal está esgotado, é preciso fazer um pedido para ficar em lista de espera, ou encomenda-se quando houver stock?
E qual diferença do modelo II para outro? O mais antigo ainda vende?

As minhas "patinhas" calçam o 39, na afinação mínima serve para mim?
21_Sokol1
Veterano
Veterano
Mensagens: 15485
Registrado em: 01 Ago 2003 21:00
Localização: Uberaba-MG

Re: VKB T-Rudder MK II review

Mensagem por 21_Sokol1 »

O site da Europa depende de haver disponibilidade (mais encomendas do que produção), o jeito é ter paciência.
Encomendando da VKB na Rússia - email no site deles - entra-se numa lista de espera, quando a disponibilidade
avisam para fazer o pagamento.

O modelo MKI não tinha a opção de duas curvas na CAM, foi descontinuado em prol no novo.
Essas revisões são normais nos nos produtos VKB, vão implementando mudança baseado no feedback de compradores.
O seus pedais high end, o RDR já estão na revisão 21 (RDRXXI).

O espaço entre o apoio do calcanhar e o rolete é de 14-19 cm (calcanhar mais a frente ou mais atrás) com o trilho
de apoio paralelo aos roletes, como nas fotos acima, ou seja na posição miníma.

O pedal pode ser comprado sem o controlador Tiny Box caso o usuário já tenha um josytickVKB Mamba - atenção que o
sensor MaRS não é compatível com outros controladores que não os VKB.
Com o Tiny Box*, como este mostrado aqui, ou com o Throttle Box, que é o mesmo controlador com opção para plugar nele outros
dispositivos, como paineis de botões.

* O Tiny Box pode ser comprado avulso juntamente com dois sensor MaRS para projetos DIY.

http://www.vkb-flightsimcontrols.com/zakaz/index_z.php

É provavel que o joystick em projeto - o Gladiator - ofereça opção de controlar o T-Rudder,
já que o controlador básico, o Njoy32 é comum a todos.
-BOLELAS-
Mensagens: 59
Registrado em: 18 Jan 2013 17:07
Localização: Portugal, Sintra

Re: VKB T-Rudder MK II review

Mensagem por -BOLELAS- »

Obrigado Sokol. :)
Comprarei com o controlador sim.
Para já vou aguardar para ver se aparece algum no site europeu. Não tenho pressa pois os outros projectos estão atrasados.
Estou esperando uma serra de esquadria que encomendei de um site alemão, e que irá dar um bom avanço aos meus pequenos projectos.
O "throttle quadrant" já está a ganhar forma, mas ainda falta muuuuita coisa. Contudo já tenho todo o material reunido. Depois, tal como já prometi faz um tempão, vou colocar aqui uma fotos.
Do joystick planeado é que ainda nada, (apenas tenho o cardan de direcção de um automóvel e 4 molas.)
Avatar do usuário
DocFlyer
Mensagens: 387
Registrado em: 30 Out 2006 21:00
Localização: São Paulo e Santa Catarina

Re: VKB T-Rudder MK II review

Mensagem por DocFlyer »

Sokol

Muuuito bom os equipamentos e placas do pessoal da VBK.
Não é o tópico aqui, mas depois poderia fazer um apanhado dos adaptadores e peças de substituição para Joys Legados como o Cougar, F15-Suncom.
Aqui eu estimo tanto minha placa do TQS-Cougar que fiz uma caixa de alumínio bem protegida com conectores pra utiliza-la em outros equipamentos que pretendo montar e uso o mesmo "Software-TARGET" do meu Hotas Warthog.

Grande abraço Cmtes
cuidado com os que lhe prometem liberdades, pois estes são escravos da corrupção...Pedro 2-2:19
Avatar do usuário
40_Griffon
Ala
Ala
Mensagens: 1667
Registrado em: 17 Dez 2005 21:00
Localização: Santos/SP

Re: VKB T-Rudder MK II review

Mensagem por 40_Griffon »

21_Sokol1
Veterano
Veterano
Mensagens: 15485
Registrado em: 01 Ago 2003 21:00
Localização: Uberaba-MG

Re: VKB T-Rudder MK II review

Mensagem por 21_Sokol1 »

Por ser um pedal com apenas um eixo o T-Rudder aparentemente não serve para P-51, Bf-109, Fw 190, A-10 e etc, pois estes aviões usam o famoso "Toe brakes" (Freio de dedão). :P

No IL-@ BoS não é problema porque os Dev's (cabeça de bagre) acertadamente implementaram o "freio diferencial" para os aviões alemães - além do "Toe brakes".

Porque? Oras, a maioria dos "virpilovs", principalmente os "new players" tem é um joy "3in1" (os tais com leme na munheca), então deram uma desviada na "história" e bastar apertar o botão/tecla para o freio e desmunhecar... digo torcer o joystick que freia só uma roda do FW 190, útil para taxiamento. Apesar da besteira do "less keys is better" desta fez acertaram. :P

E nos DCS?

No software da VKB - que serve para calibração, programação e atualização de firmware - tem uma função chamada A2B (Axis to Button) que permite com o único eixo existente, o do leme, pressione botões.
Usei e dividi o eixo do leme em 5 faixas, cada uma delas pressiona um botão.
Ex. 0 a 20% do movimento pressiona o botão 1, 21 a 40% pressiona o 2, etc.

Imagem

No jogo mapei o botão 1 para freiar a roda esquerda e o botão 5 para freiar a roda direita, os demais não tem uso.

Assim posso fazer pequenas correções de curso só com o leme e se precisar frear uma roda é só mover o leme próximo do final do curso no lado desejado.

Neste vídeo tem taxi com o DCS TF51D e com o Bf 109 "assombrado" K-4 - consegui decolar essa coisa. :o

https://www.youtube.com/watch?v=3p1PxFJB5kE[/video]
Capaz de ter taxiado melhor que pilotos "Cadilac of the Sky" com pedal "Joe Toe Brakes". :rofl:

Não é a solução ideal, ou seja não é igual o "Toe brake" de um MFG Crosswind ou Slaw F-16 ou VKB RDRXXI - de 300+ Euros - mas quebra bem o galho, afinal avião é para voar e não fazer "trilha". :P

Em Spitfire, Hurricane, Blenheim, Fiat's do CloD, ou nos IL-2, Yak-1, Lagg-3, Pe-2 do BoS é só usar o freio diferencial nativo destes, pressiona o botão ou tecla do freio e distribui a força para mais ou menos em uma determinada roda movendo o pedal, "as IRL". :)

BTW - A música chinfrim no vídeo é um broadcast da rádio do 35?FG no wartime, reproduzindo via rádios do P-51/Bf 109 captada da "Radio Mayak". :P
-BOLELAS-
Mensagens: 59
Registrado em: 18 Jan 2013 17:07
Localização: Portugal, Sintra

Re: VKB T-Rudder MK II review

Mensagem por -BOLELAS- »

No DCS não tem aquela função do Cliffs que, enquanto se pressiona determinada tecla, um eixo fisico (ex. acelerador do joystick) passa a assumir as funções de outro eixo no simulador? (ex passa a servir de radiador, ou ângulo das pás...)
Acho que isso dá muito jeito.
21_Sokol1
Veterano
Veterano
Mensagens: 15485
Registrado em: 01 Ago 2003 21:00
Localização: Uberaba-MG

Re: VKB T-Rudder MK II review

Mensagem por 21_Sokol1 »

Tem, é o modificar o comportamento de um eixo com um botão/tecla.

O DCS assim como o CLOD permite adicionar quantas teclas/botões modificadoras que quiser.

É interessante na teoria mas não é prático para comandos principais, porque se você esqueçe e solta o botão antes da hora o eixo para naquela posição, o que no caso de freio resulta num freio travado e suas consequencias. ]:)

No CloD posso usar o movimento Y do joystick como freio, configurando as deadzones funciona razoalvelmente, e serve como freio de mão.

No DCS não deu certo, o freio fica sempre meio apertado, devido a mola que mantém o joy sempre no meio, as deadzones não resolveram - no CLoD elas são mais flexíveis.

Esse A2B funciona bem.

E da mesma forma quem compra um pedal com "Toe Brakes" tem que fazer gambiarra para frear Spit, Hurri, G.50, Yak-1, Lagg-3, La-5, Mig-15, Mig-21... se queiser usar os freios do pedal. :)
-BOLELAS-
Mensagens: 59
Registrado em: 18 Jan 2013 17:07
Localização: Portugal, Sintra

Re: VKB T-Rudder MK II review

Mensagem por -BOLELAS- »

Já encomendei os VKB pedal T, já vêm a caminho. Nunca me preocupei muito com os freios, mas para o throttle que estou a construir tenho pensado este esquema "A2B", tanto para os freios como para as restantes coisas. Ainda bem que na DCS também funciona. Vou até pôr interruptor com led para não esquecer do botão acionado. Como os dois eixos serão secundários não tem problema. Usarei as tais alavancas secundárias- que ficam lado a lado como freios diferenciais.
(Throttle com 7 eixos, já tomando as formas iniciais). :)

Mais uma vez, obrigado pela ajuda, Sokol.
21_Sokol1
Veterano
Veterano
Mensagens: 15485
Registrado em: 01 Ago 2003 21:00
Localização: Uberaba-MG

Re: VKB T-Rudder MK II review

Mensagem por 21_Sokol1 »

O VKB T-Rudder - já na versão MK III, os apoios de borracha são maiores - agora tem revendedor nos IUESEI, a Stratojet Flight Controllers, preço até mais barato que na Holanda ou na Rússia.

http://www.gostratojet.com/TRudderPedals/index.html

Espera-se que os joysticks VKB logo estejam disponíveis também.
Avatar do usuário
40_Griffon
Ala
Ala
Mensagens: 1667
Registrado em: 17 Dez 2005 21:00
Localização: Santos/SP

Re: VKB T-Rudder MK II review

Mensagem por 40_Griffon »

Agora só falta os toe brakes :lol:

TOE BRAKES de verdade, Sokol, não suas gambiz. :lol:
Responder